NOTÍCIAS > IS Open - 3ª edição
09 de
Out de
2013
Paulo Pereira anuncia que vai deixar cargo de supervisor da ATP
Às 12h16
Foto: João Pires/Fotojump

O brasileiro Paulo Pereira, supervisor da ATP vai deixar o cargo no final deste ano, após o Challenger Tour Finals, em novembro. Ele anunciou a decisão durante a realização do IS Open, ATP Challenger realizado no Clube Helvetia, em São Paulo, na semana passada, onde mais uma vez exerceu o cargo que assumiu há 15 anos.
 
Após 32 anos a serviço do tênis mundial, vinculado à ATP inicialmente como juiz de cadeira, com 2540 partidas oficiais arbitradas e depois, desde 1998 como supervisor, Paulo Pereira, conhecido mundialmente por seu trabalho na Associação dos Tenistas Profissionais, decidiu que chegou a hora de iniciar um novo capítulo na vida profissional. O excesso de viagens contribuiu para a difícil decisão.
 
"Não pretendo me desligar do tênis, que tem sido a minha vida, mas depois de todos esses anos na ATP, que foi minha casa, encaro a procura de novos desafios como uma motivação extra", explica Paulo Pereira.
 
Conhecido internacionalmente pelo trabalho realizado em prol do esporte, Paulo Pereira fez muitos amigos no tênis
 
"Durante todo este período na ATP, fiz muitas amizades, com colegas, diretores de torneios, jogadores e técnicos, e isso tem mais valor que qualquer currículo que eu possa ter dentro do esporte".
 
A saída de Paulo Pereira da ATP não se trata de aposentadoria. O brasileiro quer continuar a serviço do esporte e não exclui a prestação de serviços à ATP, ITF ou CBT.
 
"Não quero parar de trabalhar com esportes (principalmente com tenis), mas vou em busca de novos desafios, porque parar é ir deixando um pedaço de si mesmo a cada ano que passa. Quero continuar ativo, buscando oportunidades para passar adiante tudo que aprendi em todos estes anos".
 
"Quero manter-me motivado e integrado ao mundo do esporte, que há mais de 30 anos me seduziu de forma definitiva, transformando-se numa paixão, razão pela qual abandonei então minha carreira como engenheiro civil", conclui.

O supervisor foi homenageado durante a cerimônia de premiação do IS Open, torneio apresentado pela Motorola por meio da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte. O diretor do torneio, Danilo Marcelino, entregou troféu em agradecimento aos anos de serviços prestados ao tênis.

O IS Open foi apresentado pela Motorola por meio da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado de São Paulo, com o co-patrocínio de Itaú, Braskem, Stella Artois e Comgás e apoio de Clube Esportivo Helvetia, Federação Paulista de Tênis e ATP Challenger Tour. A realização foi do Instituto Sports.