NOTÍCIAS > Campeonato Internacional de Tênis de Santos - 2ª edição
27 de
Mar de
2012
Mello busca igualar recorde de challengers
Às 17h00

Quarto melhor tenista do Brasil e 129º do mundo, o campineiro Ricardo Mello é presença confirmada no Campeonato Internacional de Tênis de Santos, onde pretende conquistar seu 16º título em torneios da série Challenger e assim igualar a marca à do japonês Takao Suzuki. A competição, que tem como patrocinador master a Santos Brasil, acontece entre os dias 14 e 22 de abril de 2012, no saibro do Tênis Clube de Santos, litoral paulista, com entrada gratuita para o público e distribuição de pontos para o ranking mundial de US$ 50 mil.

"Acho importante esta conquista. Aqui no Brasil sou o primeiro na lista de conquistas em challengers. Se eu vencer em Santos, com certeza vou ficar muito feliz", disse Mello, que na edição de 2011 do Campeonato Internacional de Tênis de Santos parou na semi diante do paulista João Olavo de Souza, campeão da competição. "A final do ano passado foi bastante disputada, qualquer um poderia ter ganho, mas ele [João] acabou vencendo com certa facilidade no terceiro set. Quero voltar confiante neste ano para chegar à final", completou.

Este é o segundo ano consecutivo que a cidade de Santos abre suas portas para o evento. Na edição passada, os brasileiros tiveram o orgulho de ver outro compatriota igualando recorde, quando o mineiro André Sá, ao lado do gaúcho Franco Ferreiro, conquistou seu 31º troféu de duplas em challengers, marca só alcançada pelo sul-africano Rik de Voest. Ainda na temporada passada, o Campeonato Internacional de Tênis de Santos foi o responsável por recolocar o litoral paulista no circuito das grandes competições do esporte, depois de quase duas décadas.

“Nós nos orgulhamos muito de capitanear um projeto como este pela segunda vez, que coloca Santos novamente na rota das grandes competições da modalidade. Temos uma vocação natural para as práticas esportivas, que são estimuladas entre os funcionários da empresa. Por isto, a importância de um evento deste porte, de renome internacional e aberto à comunidade fã do esporte ”, avalia Raquel Ogando, gerente de comunicação e responsabilidade social da Santos Brasil.

Atletas de 11 Países – A lista do Campeonato Internacional de Tênis de Santos 2012 divulgada nesta terça-feira pela ATP traz representantes da Eslovênia, Argentina, Chile, Austrália, Sérvia, República Tcheca, Portugal, Uruguai, Colômbia e Itália. Pelo Brasil, além de Mello, estarão Rogério Dutra Silva (117º da ATP), Júlio Silva (149º), Thiago Alves (163º) e Guilherme Clezar (283º).

Partidas Diurnas e Noturnas - Assim como na temporada passada, o Campeonato Internacional de Tênis de Santos terá entrada gratuita para o público. Além das partidas diurnas, a programação do Challenger ainda prevê rodadas noturnas, de segunda a quinta-feira, trazendo mais entretenimento aos amantes do esporte, no tradicional Tênis Clube de Santos, que, em seus 86 anos de história, já foi palco de importantes momentos do esporte, como o confronto da Copa Davis entre Brasil e Venezuela, com a participação de Gustavo Kuerten, Fernando Roese, Jaime Oncins e Fernando Meligeni, e a conquista do último título brasileiro na categoria 18 anos do Banana Bowl, pelas mãos da paulista Roberta Burzagli, em 1991. Por este saibro também já passaram estrelas como John MecEnroe, Ivan Lendl, Thomas Muster, Maria Esther Bueno, Gabriela Sabatini, Guillermo Coria, Flávio Saretta e Thomaz Koch.

O Campeonato Internacional de Tênis de Santos é apresentado pela Santos Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte – Ministério do Esporte, com o patrocínio de Itaú, Stella Artois, ASICS, Teleperformance e Comgás e o apoio de Morpho, Tênis Clube de Santos, Prefeitura e Secretaria de Esportes de Santos, Federação Paulista de Tênis, ATP Challenger Tour, A Tribuna e BandSports. A realização é do Instituto Sports.

Santos Brasil - A Santos Brasil é referência em operação de contêineres e logística. Criada há 14 anos para operar o Tecon Santos (SP), a empresa já investiu mais de R$ 3 bilhões, calculados a valor presente, em aquisições, expansões, novos equipamentos, gestão e gente. Antecipando-se ao crescimento do fluxo de comércio internacional, a Santos Brasil colaborou significativamente para aumentar a capacidade logística portuária do país. A produtividade do Tecon Santos, por exemplo, é a mais alta do Brasil: média mensal de 80 MPH (movimentos por hora). Além do Tecon Santos, a companhia opera mais dois terminais de contêineres (Vila do Conde -PA e Imbituba –SC) e um terminal de exportação de veículos (TEV) no Porto de Santos. Conta também com uma operadora logística e de cargas gerais, a Santos Brasil Logística, que atua de forma integrada aos terminais viabilizando o atendimento ao cliente em todas as etapas da cadeia logística do porto até o transporte e distribuição. Listada no nível 2 de governança corporativa, a Santos Brasil adota um modelo de crescimento contínuo e sustentável, que alia alto desempenho financeiro e operacional com preservação ambiental e responsabilidade social.

Campeonato Internacional de Tênis de Santos
Período: de 14 a 22 de abril de 2012
Local: Tênis Clube de Santos (Rua Minas Gerais, 37 – Boqueirão – Santos/ SP)

CHAVE PRINCIPAL
107º Blaz Kavcic (SLO)
112º Diego Junqueira (ARG)
117º Rogério Dutra Silva (BRA)
119º Paul Capdeville (CHI)
129º Ricardo Mello (BRA)
147º Maximo Gonzalez (ARG)
149 ºJúlio Silva (BRA)
163º Thiago Alves (BRA)
187º Martin Alund (ARG)
193º James Duckworth (AUS)
194º Nikola Ciric (SRB)
198º Ivo Minar (CZE)
217º Guido Pella (ARG)
225º Gastão Elias (POR)
240º Marcel Felder (URU)
241º Eduardo Struvay (COL)
248º Facundo Arguello (ARG)
264º Matt Reid (AUS)
274º Enrico Burzi (ITA)
278º Pablo Galdon (ARG)
283º Guilherme Clezar (BRA)
285º Matteo Marrai (ITA)

Títulos de Ricardo Mello em Challengers
15º em 2011 – São José do Rio Preto d. Eduardo Schwank
14º em 2011 – Recife d. Rogério Dutra Silva
13º em 2011 – São Paulo d. Rafael Camilo
12º em 2010 – Salvador d. Thiago Alves
11º em 2010 – São Paulo d. Eduardo Schwank
10º em 2009 – Brasília d. Juan Ignacio Chela
09º em 2009 – São Paulo d. Paul Capdeville
08º em 2006 – Campos do Jordão d. Ivo Klec
07º em 2006 – Florianópolis d. Diego Junqueira
06º em 2005 – São Paulo d. Giovanni Lapentti
05º em 2004 – Gramado d. Janko Tipsarevic
04º em 2003 – Puebla d. Markus Hantschk
03º em 2002 – Belo Horizonte d. Alexandre Simoni
02º em 2002 – Campos do Jordão d. Maximilian Abel
01º em 2001 – Campos do Jordão d. Alexandre Simoni