NOTÍCIAS > São Paulo Challenger de Tênis 2017
06 de
Out de
2017
Portugueses dominam semifinais do São Paulo Challenger de Tênis
Às 15h47
Foto: João Pires/Fotojump

Finalistas serão conhecidos neste sábado, a partir das 13h30, na Sociedade Hípica,


Oliveira poderia ser só mais um português na chave do São Paulo Challenger de Tênis, apresentado pelo Aché por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte. Mas Gonçalo foi vencendo jogo após jogo, eliminou dois brasileiros- Bruno Sant’Anna nas oitavas de final e hoje José Pereira nas quartas, por 6/2 6/3, e se tornou o primeiro semifinalista do torneio que distribui US$ 50 mil em premiação e 80 pontos ao campeão. A semifinal alcançada já garante 29 pontos na lista o que o colocará muito perto dos 200 do ranking. Nesta semana ele aparece como o 227.

Número 1 de duplas de Portugal, o tenista está jogando pela primeira vez no Brasil, mas já esteve aqui antes. Uma delas foi depois que Guga Kuerten venceu a Tennis Masters Cup em Lisboa, em 2000. Ele tinha cinco anos, mas lembra que esteve em “Floripa”.

“Já vim ao Brasil outras vezes, para Itaparica, Rio de Janeiro, Florianópolis, mas nunca tinha jogado torneios aqui. Foi difícil vir da Europa assim de repente, com fuso horário de cinco horas, mudança de clima, do frio para o calor, mas estou feliz com o tênis que estou jogando”, explicou Oliveira.

Uma semifinal portuguesa com certeza. O adversário de Oliveira será Gastão Elias, que superou o brasileiro André Ghem em jogo duro de três sets, parciais de 6/3 3/6 6/1.

Se Oliveira era um completo desconhecido para a torcida brasileira, Gastão tem história pra contar. Morou quatro anos no interior paulista com o técnico Jaime Oncins e venceu os dois primeiros challengers da carreira no país, Rio de Janeiro e Santos. Em 2016 chegou a ser o 57 do mundo e é o cabeça de chave 5 em Campinas.

“Vai ser interessante essa semifinal portuguesa. Não é igual a ter um brasileiro jogando, mas o povo daqui sempre esteve muito bem nos meus jogos, torceram pra mim, mas dois portugueses é a primeira vez que acontece no Brasil, vai ser interessante de ver. O Gonçalo subiu no ranking muito rapidamente, um jogador que pode ir longe, tem muito potencial, com bons golpes nos dois lados e por isso muito perigoso. Vamos ver amanhã, vai ser duro”, disse Elias, vencedor do único confronto entre os dois, no US Open desse ano.

A primeira semifinal do Challenger de Campinas está marcada para às 13h30 deste sábado, na quadra central João Lima Nogueira. Depois, a segunda semifinal e na sequência, a decisão de duplas.

Ainda hoje jogam André Collarini(ARG) que eliminou o principal favorito do torneio, Federico Delbonis e o austríaco Michael Linzer. E na rodada noturna, a partir das 18h30, Renzo Olivo(ARG) enfrenta o espanhol Daniel Munoz De La Nava.

Para fechar a rodada, Gastão Elias e José Pereira disputam vaga na final de duplas com Federico Coria e Tomas Puches.

A outra dupla finalista foi definida pela manhã e tem o brasileiro Fabrício Neis e o argentino Máximo Gonzalez, que passaram por Orlando Luz e Fernando Romboli em dois sets, 6/2 7/6(2).

Resultados parciais:

Maximo Gonzalez/Fabrício Neis(ARG/BRA) d. Orlando Luz/Fernando Romboli(BRA/BRA) 6/2 7/6(2)

Gonçalo Oliveira(POR) d. José Pereira(BRA) 6/2 6/3

Gastão Elias(POR) d. André GHem(BRA) 6/3 3/6 6/1

Na mídia

Todas as partidas do ATP Challenger serão transmitidas pelo Live Scores da ATP (www.atpworldtour.com) ; o site official é www.institutosports.com.br e as finais da chave principal serão transmitidas pelo SporTv 3. O Challenger de Campinas também está nas redes sociais. Siga-nos no facebook (facebook.com/institutosports), no Twitter (@institutosports), no Instagram (@institutosports)