NOTÍCIAS > Geral
23 de
Nov de
2017
Pernambucanos Zé Pereira e Reis alcançam as quartas do IS Open São Paulo
Às 15h45
Foto: João Pires/ Fotojump

Qualifier de 17 anos, Reis, relembra jogo contra Shapovalov, no início de 2016

Os pernambucanos José Pereira e João Lucas Reis estão nas quartas de final do IS Open São Paulo. Nesta quinta-feira, o cabeça de chave 6 Pereira superou Augusto Laranja por 7/5 6/1. O qualifier Reis derrotou o português Daniel Batista, com parciais de 6/4 6/2. Por vaga na semifinal do Future de US$ 15 mil, Pereira aguarda o vencedor da partida entre o principal favorito, Daniel Dutra da Silva, e Antonio Pruner Neto. Reis enfrenta o gaúcho Eduardo Dischinger.

Aos 17 anos, Reis está fazendo uma campanha surpreendente no Clube Paineiras do Morumby. No seu quinto torneio como profissional, o pernambucano alcançou as quartas de final pela primeira vez na carreira. “Entrei mais nervoso que o normal hoje, mas fui me encontrando ao longo da partida. A cada game consegui ser mais agressivo e diminuindo o número de erros. Estou trabalhando duro para tentar chegar ao alto nível”, conta o pernambucano.

Na sua curta carreira como profissional, Reis já teve oportunidade de jogar contra uma das revelações do ano, o canadense Denis Shapovalov, no qualifying do Future de Weston, nos EUA, no início de 2016. O atual 51º do mundo venceu por 7/6 (1) 6/2. “Joguei contra o Shapovalov em um dos primeiros torneios dele como profissional. Nos enfrentamos no quali e depois ele acabou ganhando o torneio. Tive várias chances no primeiro set de quebrar o saque dele. Foi uma ótima experiência, jogar contra um dos melhores jogadores da atualidade”, relembra.

José Pereira teve um primeiro set equilibrado, mas depois encontrou seu ritmo para vencer em dois sets.“Foi um jogo complicado, ele começou bem sólido e jogando com bolas profundas. Mas, depois do 5-5, comecei acelerar mais a bola e comandar os pontos. Agora tenho um jogo muito duro pela frente, vou lutar até o fim”, conta Zé, que busca sua primeira semifinal da temporada. Há pouco mais de um ano, o pernambucano de 26 anos passou por uma cirurgia no ombro e voltou a competir somente em julho de 2017. “Estou voltando aos poucos e melhorando dia a dia”.

Alunos de escola municipal participam de clínica no IS Open São Paulo

Nesta quinta-feira, 37 alunos do ensino fundamental da EMEF Veremundo Toth, de Paraisópolis, participaram de uma clínica social durante o torneio de São Paulo, organizada pelo Instituto CADES (Cidadania Através do Esporte).

O professor de educação física da escola, Luciano Lopes, acompanhou os alunos. “Aqui as crianças têm a oportunidade de vivenciar o tênis, esporte considerado de elite. A clínica traz uma abrangência cultural em relação ao esporte”, afirma Lopes.

 

Resultados de quinta-feira - 23/11

Eduardo Dischinger (BRA) d. Caio Silva (BRA) – 6/3 6/1

José Pereira (BRA) d. Augusto Laranja (BRA) – 7/5 6/1

João Lucas Reis (BRA) d. Daniel Batista (POR) - 6/4 6/2

Rafael Matos (BRA)/ Marcelo Zormann (BRA) d. Fabio Costa (BRA)/ Gabriel Ciro (BRA) – 6/2 6/2

Eduardo Dischinger (BRA)/ Bernardo Saraiva (POR) d. Igor Gimenez (BRA)/ Matheus Pucinelli (BRA) - 4/6 6/4 10-5

 

 ---

 

IS Open São Paulo - Entrada Gratuita

Datas: 18 a 26 de novembro

Premiação: US$ 15 mil

Sede: Clube Paineiras do Morumby

Endereço: Av. Dr. Alberto Penteado, 605

 

---

 

O IS Open São Paulo é realizado por meio da Lei Paulista de Incentivo do Governo do Estado de São Paulo, e tem o copatrocínio de Aché Laboratórios, AccorHotels, Motorola, Vivo, April, Alupar, Taesa, Azul – Transportadora Oficial -, Estácio, Raízen, Comgás, Frooty, Monte Azul, Trajeto, Stella Artois, FlexForm, Rodobens, FaberCastel – e apoio da ITF, Clube Paineiras do Morumby e CBT/Correios. A realização é do Instituto Sports.