NOTÍCIAS > Peugeot Tennis Cup 2012
26 de
Set de
2012
Peugeot Tennis Cup reúne no Rio ídolos e atuais destaques do circuito
Às 10h37
Foto: Gilvan de Souza e Cynthia Lum

A cidade do Rio de Janeiro, iniciando agora o seu Ciclo Olímpico, volta a receber, depois de 11 anos, um torneio ATP Challenger Tour, a Peugeot Tennis Cup, distribuindo, no total, U$ 75 mil em prêmios (50+H) e 90 pontos no ranking mundial ao campeão. O evento, que também terá um Desafio de Campeões entre Países, com Yannick Noah, Guy Forget, Andres Gomez, Nicolas Lapentti, Fernando Meligeni e Jaime Oncins, acontece de 12 a 21 de outubro de 2012 na sede da Lagoa do Jockey Club Brasileiro (Av. Mário Ribeiro, 410), com entrada gratuita para o público.

O lançamento da Peugeot Tennis Cup foi realizado na manhã desta quarta-feira, 26 de setembro, na sede da competição, com a presença de Márcia Lins, Secretária Estadual de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, Frederico Battaglia, Diretor de Marketing da Peugeot do Brasil, Carlos Eduardo Palermo, Presidente do Jockey Club Brasileiro, do tenista João Olavo de Souza – o "Feijão" - e de representantes de parceiros do evento. “A Peugeot é uma marca internacional e com tradição, que possui produtos dotados de um design elegante e diferenciado. O tênis é um esporte internacional, sinônimo de tradição e elegância. Temos uma relação histórica e muito especial com esse esporte e o patrocínio à Peugeot Tennis Cup é uma excelente oportunidade para ressaltar esses valores comuns, além de aproximar nossos produtos de um público exclusivo”, afirmou Battaglia.

Considerado o último passo antes da chegada ao ATP Tour, o circuito ATP Challenger é uma vitrine de futuros campeões. Com raras exceções, praticamente todos os tenistas tops passam pelo circuito Challenger. É conhecida a história de Gustavo Kuerten, que na semana anterior ao seu primeiro título de Roland Garros, ganhou um Challenger no Brasil. Thomaz Bellucci, há poucos meses, ganhou um torneio do ATP Challenger Tour, na Alemanha.  Medalhista de ouro olímpico e campeão do US Open, Andy Murray ganhou títulos do ATP Challenger Tour em 2005. Assim como o medalha de bronze em Londres, Juan Martin del Potro, que venceu torneios Challengers inclusive no Brasil.

“É a primeira vez que jogo no Rio desde que me mudei. Não nasci na cidade, mas sinto como se fosse a minha casa. Já estou acostumado com o clima, vou estar perto do meu treinador, preparador físico. Acho que vai ser muito legal e tem tudo para ser um belo torneio. Será uma competição disputadíssima, com dois top 100 e vários tenistas que já estiveram entre os top 50. Todos que estão na chave têm chances de ganhar", disse Feijão, que nasceu em Mogi das Cruzes (SP) e está radicado no Rio de Janeiro desde 2005. Na ocasião, ele referia-se à lista de inscritos divulgada pela ATP, com representantes de 14 países, entre os quais os top 100 Ruben Ramirez Hidalgo, da Espanha, e Adrian Ungur, da Romênia, o holandês Thiemo de Bakker, 40º da ATP em 2010, o alemão Simon Greul, 55º também há dois anos, o português Frederico Gil, 62ª do mundo no ano passado, e mais quatro brasileiros, além de Feijão: Ricardo Mello, Leonardo Kirche, Thiago Alves e Guilherme Clezar.

Rodadas Diurnas e Noturnas - A disputa do ATP Challenger Tour Peugeot Tennis Cup, nas quadras de saibro do Jockey Club Brasileiro, envolverá 32 jogadores no qualifying, 32 na chave de simples e 16 duplas. As partidas acontecerão diariamente, de 13 a 21 de outubro, a partir das 10h, com rodadas noturnas, de segunda a quinta-feira, começando às 18h30min.

Desafio de Campeões Entre Países - A Peugeot Tennis Cup, além de reunir no Rio de Janeiro os futuros campeões do circuito, recebe alguns dos maiores nomes da história do esporte, no Desafio de Campeões Entre Países, com França, Equador e Brasil. Os jogos serão disputados no estilo Copa Davis, mas em vez de cinco partidas, serão três: duas simples (3 sets, com o 3º sendo match tie-break) e uma dupla (match tie-break).  França e Equador se enfrentam no dia 12, a partir das 18h15min, e o vencedor encara o Brasil, no dia 13, às 20h.

Eleito nos últimos quatro anos seguidos como a maior personalidade da França, o campeão de Roland Garros que virou uma das maiores histórias de sucesso da música francesa, Yannick Noah, vem ao Brasil exibir o seu jogo de 3º colocado no ranking mundial e de último Francês campeão em Paris.  Ele joga ao lado de um dos tenistas a quem capitaneou na conquista da França da Copa Davis, em 1991, Guy Forget. Foi Forget quem deu o ponto da vitória, ganhando de Pete Sampras. Cinco anos depois, com Noah ainda como capitão, Forget teria papel fundamental na conquista da Taça, na final contra a Suécia. Em 1999 Forget assumiria o posto de capitão onde permaneceu até abril deste ano, ganhando a Davis em 2001.

Campeão de Roland Garros, em 1990, derrotando Andre Agassi na final, aos 30 anos de idade, Andres Gomez chegou ao 4º posto do ranking mundial de simples e ao 1º de duplas. Disputou 36 confrontos de Copa Davis pelo Equador, com um recorde de 51 vitórias e 17 derrotas. Jogará o Desafio de Campeões, com Nicolas Lapentti, que chegou ao sexto posto no ranking mundial e também tem recorde de Davis, vencendo o maior número de jogos de cinco sets da história.

O Brasil competirá representado por Fernando Meligeni e Jaime Oncins. Ambos foram heróis do país na Copa Davis e também tiveram histórias de sucesso em Roland Garros. Meligeni, que chegou ao 25º posto no ranking mundial, vencendo três torneios ATPs, foi semifinalista em Roland Garros, em 1999. Ele também ganhou a medalha de ouro no Pan-Americano de Santo Domingo e venceu sete torneios ATP nas duplas, um deles com Jaime Oncins, em 1999, em Casablanca. Oncins, que começou na carreira como jogador de simples, alcançando o 34º lugar e ganhando dois ATPs, foi campeão de cinco ATPs nas duplas, em 11 finais disputadas, e foi vice de Roland Garros, no ano 2001, nas duplas mistas. Chegou duas vezes à semifinal da Copa Davis.

"Acredito que o Desafio vá ser muito legal. Temos quatro caras que foram Top 10 e fizeram muito dentro de quadra, campeões de Roland Garros. Vou estar ao lado do Nico (Lapentti) e do Gomez, que são meus amigos pessoais. E este torneio ainda terá um diferencial que é o Noah. Não dá pra morrer sem vê-lo jogar, tanto pela irreverência dele, como pela alegria e o nível de jogo. Tudo o que ele toca vira ouro. Ele é um dos meus ídolos. Eu sempre disse que me espelhava no Vilas, Yannich e McEnroe. Tomara que eu tenha a chance de jogar contra ele. Aliás, vou torcer pra isso", disse Meligeni.

A Peugeot Tennis Cup é patrocinada pela Peugeot e pelo Governo do Rio de Janeiro/ Lei de Incentivo ao Esporte/ Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, com apresentação da Oi e da Samsung e co-patrocínio de Itaú, Braskem, Estácio de Sá e Asics – a marca esportiva oficial. O apoio é da Timex, SPORTV, Revista IstoÉ Dinheiro, Jockey Club Brasileiro – local de realização do evento – e ATP Challenger Tour. A realização é do Instituto Sports.


PEUGEOT TENNIS CUP
ATP Challenger Tour & Desafio de Campeões entre Países
De 12 a 21 de outubro de 2012
Jockey Club Brasileiro
[Sede da Lagoa – Av. Mário Ribeiro, 410 – Rio de Janeiro/ RJ]

Participantes do Desafio de Campeões Entre Países - Yannick Noah (FRA), Guy Forget (FRA), Andres Gomez (EQU), Nicolas Lapentti (EQU), Fernando Meligeni (BRA) e Jaime Oncins (BRA)

Lista de Inscritos no ATP Challenger Tour
Ruben Ramirez Hidalgo (ESP) - 92º
Adrian Ungur (ROU) - 94º
João Sousa (POR) - 102º
Thiago Alves (BRA) - 119º
Guido Pella (ARG) - 121º
Wayne Odesnik (EUA) - 136º
Ricardo Mello (BRA) - 155º
Thiemo de Bakker (NED) - 159º
Frederico Gil (POR) - 131º
Antonio Veic (CRO) - 138º
João Souza (BRA) - 152º
Simon Greul (ALE) - 174º
Gastão Elias (POR) - 176º
Pavol Cervenak (SVK) - 199º
Laurent Rochette (FRA) - 203º
Leonardo Kirche (BRA) - 214º
Julien Reister (ALE) - 226º
Boris Pashanski (SRB) - 226º
John Patrick Smith (AUS) - 228º
Pedro Sousa (POR) - 232º
Jorge Aguilar (CHI) - 233º
Guilherme Clezar (BRA) - 244º